Seguir

Tal como faca,
Cortante e perigosa.
Abre feridas,
Rasga, deixa marcas.
Cortante e perigosa,
Fere, faz sangrar.
Magoa, faz doer.
Dilacera contunde.
Atinge profundamente.
Suave e amorosa.

Tal como carícia,
Afaga e acalenta,
Tranqüiliza e pacifica.
Suave e amorosa.
Cura e eleva,
Adoça e declara,
Cicatriza definitivamente

Usa tua boca com propriedade.
Usa tua língua com felicidade.
Não a tenhas como arma.
Não aflija tua alma.
De tua boca, de tua língua te vale uma vida.
Palavra certa, hora certa!
Curar e vencer,
Amar e viver.

Palavra errada, hora errada!
Matar e morrer,
Odiar e perder.
No jogo das palavras,
Se perde e se ganha,
Se bate e se apanha.
Ninguém ganha... ninguém ganha.

Palavras amargas magoam.
Palavras ditas não voltam.
Palavras desditas voam.
Palavras malditas ficam.
Palavras benditas flutuam.
Palavras doces fazem flutuar.
Palavras doces fazem perdoar.
Palavras doces fazem amar.

Quem ama, ...não precisa de palavras!

Autor: Marcos Woyames de Albuquerque

4 comentários:

♥ Paulinha ♥ disse...

Adorei o poema muito lindo.
Tenha um ótimo dia linda !!!!
bjinhus

Ao toque do amor disse...

Olá... que belo texto, parabens pela escolha!
Vim, te oferecer um mimo que fiz pra voce e um selinho.
Passe no toque pra pegar. bjus

Sonia Silva disse...

Oi Lê, recebi um selinho de nossa amiga Sandra e gostaria de dividi-lo com vc! É muito lindo e eu me emocionei, acho que vc tb vai gostar. Beijos amiga e fique com Deus

Vilma disse...

Muitas vezes é melhor ouvir a voz interna e ficar calado, para não ferir os outros. Lindo poema. Paz e Luz!

Quem sou eu

Minha foto
... farei o possível para não amar demais as pessoas, sobretudo por causa das pessoas. Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz... Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo
 

Mimos da Lê Copyright © 2010 Blogger Templates