Seguir

Vinícius...

Soneto da separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinícius de Moraes

4 comentários:

♥ кαтια ♥ disse...

Ai que delicia ta esse blog

adoro

beijo

selma disse...

oi Lê vim convidar você para ir a sala natal do meu blog tem um presente de natal pra você.Convido também para participar de amigo secreto lá na sala natal.Espero por você.Beijos mariaselmadr.blogspot.com

Lianara Kerkhoff **Lia** disse...

Lê, querida!
Seu cantinho está lindo!
Já estou seguindo, viu?
Beijos mil....
Lia

ღ єиєι∂α ღ ●~ઇ‍ઉ~● disse...

Passando pra retribuir o seu carinho! Tenha um fim de semana muito feliz e abençoado por Deus! beijinhos

Quem sou eu

Minha foto
... farei o possível para não amar demais as pessoas, sobretudo por causa das pessoas. Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz... Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo
 

Mimos da Lê Copyright © 2010 Blogger Templates